ultrapassar navega��o
  • 1perfis.png
  • beterraba_sacarina.jpg
  • cao.JPG
  • cesar_rebanho.JPG
  • DSC00916.JPG
  • exotico.png
  • exotico2.png
  • exotico3.png
  • FIG-2.png
  • FIG32.png
  • IMG_1328.jpg
  • perfis-1.png
  • prado_Matela.JPG
  • slide1.png
  • vinha-douro.png
FacebookTwitterGoogle BookmarksLinkedin


Global Soil Partnership

EUROPEAN P SOIL

dia do solo 2017

RTEmagicC WSD 17 Poster KeyMsg PT 05.pdf

  • lema1.png
  • lema2.png
  • lema3.png
  • lema4.png
abril 2019
D Sb
1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30

 

DIA DO SOLO2

 Healthy Soils for a healthy Life

PILAR 3

Pilar 3 - Promover o desenvolvimento e a investigação de solos, centrando-se em lacunas, prioridades e sinergias identificadas com a produtividade relacionada e ações ambientais e o desenvolvimento social.

O Plano de Ação inclui quatro recomendações principais de forma a salientar as interações entre a comunidade científica envolvida na condução básica e aplicável das ações de I&D sobre solos e as comunidades dos utilizadores finais e stakeholders, de forma a aumentar o impacto através da adaptação e da difusão dos conhecimentos e das tecnologias desenvolvidas:

Recomendação 1 - Compilar para todos os parceiros a evidência do retorno do investimento na investigação de solos, salientando a importância das suas funções, ou seja o valor económico da degradação do solo e o custo da sua reabilitação, para o fornecimento de serviços aos ecossistemas, de forma a alcançar os objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas. 

Recomendação 2 - Encorajar a investigação interdisciplinar e transdisciplinar e o apoio ao desenvolvimento, para apoiar os cinco pilares. Pretende-serealçar o desenvolvimento de práticas e sistemas de gestão sustentada do solo apropriadas e sustentadas, a utilização de informações aplicáveis no solo, a harmonização de métodos e a determinação dos melhores indicadores, bem como a disseminação dos resultados científicos, para fora da comunidade cientifica, para suportar de forma global o crescimento económico, a sustentabilidade ambiental e o desenvolvimento social.

Recomendação 3 - Capitalizar as iniciativas de I&D e seus resultados, através de meta-análise e ações de revisão para todos os parceiros, para identificar de forma global, regional e local prioridades emergentes. 

Recomendação 4 - Promover a sinergia e o envolvimento entre a investigação e as comunidades de utilizadores finais, de forma a facilitar uma colaboração ativa numa abordagem de aprendizagem conjunta, que possa ser efetiva para o alargamento dos focos de investigação e aprimorando o seu impacte. 

[Voltar]                                                                                                                                     [ver Pilar 4]