Fornecer apoio científico e técnico em aspetos globais de solos, principalmente à Parceria Global de Solos (GSP) mas também a solicitações das instituições globais ou regionais;

Apoiar a inclusão da gestão sustentável do solo em diferentes agendas de desenvolvimento;

Rever e acompanhar a situação dos solos no contexto da segurança alimentar, utilização e gestão de recursos naturais, fornecimento de serviços do ecossistema, adaptação e mitigação das alterações climáticas e outras áreas relevantes;

Rever e endossar do ponto de vista técnico o Plano de Ação da GSP;

Acompanhar a implementação desses Planos de ação, com devida atenção ao seu impacto e às contribuições para diferentes políticas globais e iniciativas relacionadas com o desenvolvimento global, Objetivos de Desenvolvimento do Millenium da Nações Unidas (MDGs),segurança alimentar, adaptação às alterações climáticas e outras matérias relacionadas;

Em situações excecionais, perante situações técnicas complexas, solicitar à Assembleia Plenária e ao Secretariado, a implementação de comissões técnicas tendo como objetivo, fornecer aconselhamento específico.