ultrapassar navega��o
  • 1perfis.png
  • beterraba_sacarina.jpg
  • cao.JPG
  • cesar_rebanho.JPG
  • DSC00916.JPG
  • exotico.png
  • exotico2.png
  • exotico3.png
  • FIG-2.png
  • FIG32.png
  • IMG_1328.jpg
  • perfis-1.png
  • prado_Matela.JPG
  • slide1.png
  • vinha-douro.png
FacebookTwitterGoogle BookmarksLinkedin


Global Soil Partnership

EUROPEAN P SOIL

dia do solo 2017

RTEmagicC WSD 17 Poster KeyMsg PT 05.pdf

  • lema1.png
  • lema3.png
  • lema4.png
  • lema2.png
setembro 2018
D Sb
1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30

 

DIA DO SOLO2

 Healthy Soils for a healthy Life

Outros

Outros

- AIRES-BARROS, L., BASTO, M. J., DINIS, J. S. & SILVA, C. G. 1975. Bilan minéralogique et géochimique de l’altération dans un profil de syénite néphelinique de Monchique (Portugal). Boletim da Sociedade Geológica de Portugal, 19 (3): 117-129.

- MONTEIRO MARQUES, M. & MADEIRA, M. 1975. Aspectos gerais da defesa da paisagem na ilha de S. Miguel (Açores). 1 - O Maciço das Lagoas. Anais do Instituto Superior de Agronomia, 35: 31-40.

- MADEIRA, M. & MONTEIRO MARQUES, M. 1976. Aspectos gerais da defesa da paisagem na ilhade S. Miguel (Açores). 2 - Flancos exteriores do cone vulcânico das Sete Cidades. Anais do Instituto Superior de Agronomia, 36: 9-23.

- MONTEIRO MARQUES, M. & MADEIRA, M. 1977. Aspectos gerais da defesa da paisagem na ilha de S. Miguel (Açores). 3 - O Maciço do Fogo e o Planalto dos Graminhais. Anais do Instituto Superior de Agronomia, 37: 137-152.

- MONTEIRO MARQUES, M. 1977. Contribuição geomorfológica para o estudo da génese, evolução e conservação dos solos em Portugal. 1 - Primeiras observações sobre a superfície de Santiago do Escoural. Anais do Instituto Superior de Agronomia, 37: 65-80.

- PISSARRA, J. B. 1977. Para uma perspectiva semiológica da carta dos solos. Garcia de Orta - Série de Estudos Agronómicos, 4 (1-2): 47-51.

- A. T. CONSTANTINO E COLABORADORES 1979. Ordenamento Biofísico do Concelho de Vila Real. 3 – Os Solos (Elementos Preliminares). Direcção Geral de Planeamento Urbanístico, Lisboa.

- GONÇALVES, M.C. 1979. Reconhecimento Hidrológico de uma Área de Aluviossolos Salinos de Pancas. Relatório Final do Curso de Engenheiro Agrónomo. Instituto Superior de Agronomia, Lisboa.

- OLIVEIRA, A. 1979. Carta Geral do Ordenamento Agrário do Algarve. Direcção Geral de Hidráulica e Engenharia Agrícola, Lisboa.

- PISSARRA, J. B. 1979. Sugestões para uma cartografia lito-pedológica (Nota Preliminar). Direcção Geral de Hidráulica e Engenharia Agrícola, Lisboa.

- SILVA, A. M. S. 1979. Carta de formações calcárias e de complexos com calcários. Seu interesse na correcção da acidez dos solos e da deficiência de magnésio. Pedologia, 14 (2): 83-98.37

- A. T. CONSTANTINO E COLABORADORES 1980. Potencial dos Solos do Algarve. Universidade do Algarve, Faro.

- PISSARRA, J.B. 1981. O papel da litologia na cartografia dos solos de Portugal . Boletim da Sociedade Geológica de Portugal, 22: 261-265.

- SILVA, A. M. S. 1982. Carta Litológica de Portugal na Escala 1:1 000 000. I. 13. Atlas do Ambiente. Comissão Nacional do Ambiente, Lisboa.

- SILVA, A. M. S. 1983. Notícia Explicativa da Carta Litológica de Portugal. I.13. Atlas do Ambiente. Comissão Nacional do Ambiente, Lisboa.

- FREITAS, F. 1984. Acidez e alcalinidade dos solos em Portugal - Atlas do ambiente. Comissão Nacional do Ambiente, p. 22 (Notícia Explicativa, III.2).

- PISSARRA, J.B. 1985. Tentativa de correlação da classificação dos solos de Portugal com a classificação americana. Garcia de Orta - Série de Estudos Agronómicos, 12 (1-2): 35-43.

- ABREU, M.M. 1986. Aspectos do Comportamento do Ferro na Crusta de Meteorização. Alto e Baixo Alentejo. Tese de Doutoramento. Universidade Técnica de Lisboa, Instituto Superior de Agronomia, Lisboa.

- MARADO, M. & SOBRAL, T. 1986. Modelos de Exploração de Terras do Alentejo - Meta-Associações Naturais de Unidades Pedológicas ( unidades de terras principais e suas potencialidades genéricas). Direcção Geral Hidráulica e Engenharia Agrícola, Lisboa.

- SEQUEIRA, E.M. & SILVA, A.R. 1986. Ecology of serpentinized areas of North-Eastern of Portugal. In Robert, B.A. & Practor Ecology of serpentinized areas. A World Perspective. Junk Publisher.

- MARADO, M. & SOBRAL, T. 1987. Modelos de exploração de terras do Alentejo (Meta)-zonas agroecológicas do Alentejo. Direcção Geral Hidráulica e Engenharia Agrícola, Lisboa.

- PEREIRA, L. S., SOUSA, E. C. & PEREIRA, A. L. 1987. Irrigation and Drainage for Improvement of Wet and Saline Soils. Reference to Portuguese Conditions. In H. Barth & P. L Hérmite (eds.) "Scientificic Basis for Soil Protection in the European Community",  London & New York, Elsevier Applied Science, p. 313-341.

- BRAGA, M. A. S. 1988. Gibsite em estruturas filonianas e em perfis de meteorização de rochas graníticas no Minho. Boletim da Sociedade Geológica de Portugal, 24: 7-17.

- SEQUEIRA, E. M. & SILVA, J. M. V. 1988. O material originário. Sua importância nas propriedades dos solos do NW de Portugal. Geonovas, 10: 73-78.

- SOUSA, E. C. 1989. The Brown Mediterranean Soils of Portugal - A Case Study. In: Resultados dos Projectos de Investigação Agrária, Vila Real. Cooperação Luso-Alemã entre Universidades no Domínio da Investigação Agrária Aplicada, pp. 125-133.

- AGROCONSULTORES 1990. Cálculo da Erosão dos Solos e Avaliação dos Riscos de Ocorrência na Bacia do Guadiana. Plano da Bacia Hidrográfica do Rio Guadiana, Anexo 9 - Conservação da Natureza, Parte 4 - Erosão, Assoreamento e Desertificação, Ocupação e Uso do Solo. Hidroprojecto, Coba, HIDROTECNICA, Instituto Nacional da Água, Lisboa.

- AGROCONSULTORES 1990. Cálculo da Erosão dos Solos e Avaliação dos Riscos de Ocorrência nas Bacias do Sado e do Mira. Plano da Bacia Hidrográfica dos Rios Sado e Mira, Anexo 9 - Conservação da Natureza, Parte 4 - Erosão, Assoreamento e Desertificação, Ocupação e Uso do Solo;. COBA/Hidroprojecto, S. A./HIDROTECNICA, Direcção Regional do Ambiente do Alentejo, Lisboa.

- REIS, L. 1990. Utilização dos estudos de solos nos projectos e aproveitamentos hidragrícolas. Simpósio "Conhecimento e Utilização do Solo em Portugal", Instituto Superior de Agronomia, 1989. Pedon, 9: 102-110.

- FRANCO, E.P.C. 1992. Análise do comportamento do índice de eluviação de Van Wambeke em solos possuindo horizonte argílico ou horizonte nátrico. Garcia de Orta - Série de Estudos Agronómicos, 18 (1-2): 1-17.

- MARTINS, A. A. & CONSTANTINO, A. T. 1992. Utilização actual e aptidão da terra em Trás-os-Montes. Perspectivas futuras no sentido de um melhor ajustamento. Agricultura Transmontana, 16: 10-13. Direcção Regional de Agricultura Trás-os-Montes, Mirandela.36.

- BESSA, M.J.S. 1993. Cartografia da ocupação do solo e macrozonagem das potencialidades para a cultura da vinha na Região Demarcada do Douro. Integração de dados de detecção remota num sistema de informação geográfica. Encontro sobre Sistemas de Informacao Geografica. Associação dos Utilizadores de Sistemas de Informação Geográfica (USIG), Lisboa.

- ABREU, M.M., VAIRINHO, M, ROBERT, M. & JAUNET, A.M. 1995. Weathering of epidote to vermiculite in a Red Mediterranean Soil developed from greenschists. In Kosmas, C. Mizara, A., Danalatos, N., Yassoglou, N. (eds.) Third Intern. Meeting on Red Mediterranean Soils. Agricultural University of Athens. Greece: 18-21.

- MADEIRA, M. & RIBEIRO, C. 1995. Influence of leaf litter-type on the chemical evolution of a soil material (sandstone). Biogeochemistry, 29:43-58.

- MARTINS, A. A., MADEIRA, M. & RÉFFEGA, A. A. 1995. Influence of rainfall on properties of soils developed on granite in Portugal. Arid Soil Research and Reabilitation, 9: 353-366.

- MONTEIRO MARQUES, M.& ABREU, M.M. 1995. Erosion and conservation of Red Mediterranean Soils in the south of Portugal. In: Kosmas, C. Mizara, A., Danalatos, N., Yassoglou, N. (eds.). Third Intern. Meeting on Red Mediterranean Soils. Agricultural University of Athens. Greece: 228-230.

- GONÇALVES, M.C., PEREIRA, L.S. & LEIJ, J.F. 1997. Pedo-transfer functions for estimating unsaturated hydraulic properties of Portuguese soils. European Journal of Soil Science, 48 (3): 387-400.

- BRAGA, M.A. S. 1999. Arenização: Interesse geológico e geomorfológico. Encontros de Geomorfologia. Conferências Universidade de Coimbra, pp. 31-55.

- FONTES, J, C., PEREIRA, L. S. & SMITH, R. E. 1999. Assessing Land Use Hydrologic Impacts in the Volcanic Islands of Azores. In Musy A., Pereira, L.S. & Fritsch, M. (eds) Emerging Technologies for Sustainable Land Use and Water Management.: Paper 9.7 in the CD-ROM. Switzerland.

- SILVA, J. R. M. 1999. Susceptibilidade do Solo à Erosão Hídrica (Avanço na Modelação). Tese de Doutoramento em Engenharia Agrícola, Universidade de Évora, Évora.

- MADRUGA, J. S., REFFEGA, A. G. & RODRIGUEZ-RODRIGUESZ, A. 2000. O papel do horizonte plácico na erosão laminar em alguns solos da ilha Terceira. Revista de Ciências Agrárias, XXII (1): 21-27.

- MARTINS, J.C., GONÇALVES, M.C., SANTOS, M.J., PIRES, F.P., OLIVEIRA, A. V. & -GONÇALVES, A.R.. 2000. Relatório Final do Projecto PRAXIS nº 3/302/AGR/2302/95 Caracterização Hidrodinâmica de Solos do Alentejo. Minimização de Riscos de Salinização e Alcalização do Solo". Oeiras, 139 pp..

- PRUDÊNCIO, M.I., NASRAOUI, M., TRINDADE, M.J., BRAGA, M.A. S. & FIGUEIREDO, M.º 2000. Secondary phosphate phases in altered trachyte from S. Miguel Island (Azores, Portugal) – A possible contribution to the stone degradation. Proceedings of 9th Int. Congress on Det. Cons. Stone, Elsevier Ed., Veneza, 19-24 Junho, Vol. I, pp. 165-170.

- GONÇALVES, M.C., LEIJ, F.J. & SCHAAP, M.G. 2001. Pedotransfer functions for solute transport parameters of Portuguese soils. European Journal of Soil Science, 52 (4): 563-574.

- GONÇALVES, M.C., MARTINS, J.C. & GONÇALVES, A.R. 2001. Avaliação da condutividade eléctrica aparente e do teor de água do solo por TDR. Revista de Ciências Agrárias, XXIV (3, 4): 105-117.

- BRAGA, M. A. S., PAQUET, H. & BEGONHA, A. 2002. Weathering of granites in a temperate climate (NW Portugal): granitic saprolites and arenization. Catena, 49(1-2): 41-56.35.

- FONTES, J. C., PEREIRA, L. S. & SMITH, R. E. 2002. Runoff and erosion in Volcanic soil: Testing deterministic and semi-empirical modelling. In Pagliai, M. & Jones, R. (eds) Sustainable Land Management - Environmental Protection - A Soil Physical. Approach Advances in GeoEcology, 35: 543 – 552.

- FONTES, J. C., PEREIRA, L. S., SMITH, R. E. & MADRUGA, J.S. 2002. Assessment of runoff anderosion in volcanic soils with the OPUS model. In: Rubio, J.L., Morgan, R.P.C., Asins, S. & Andreu, V. (eds)Man and Soil at the Third Millennium. Geoforma Ediciones, Vol. II: 2003 – 2012. Logroño.

- MADEIRA, M., RICARDO, R. P., CORREIA, A., GARCEZ, A., MONTEIRO, F., RAPOSO, J. A., CONSTANTINO, A. T. & DUARTE, J. M. 2003. Quantidade de carbono orgânico nos solos de Portugal Continental e particularidades nos solos do Noroeste e dos montados do Sul. Revista de Edafologia, (em publicação).