image001

Neste relatório destacam-se as seguintes temáticas e atividades que serão desenvolvidas em 2019:

  • Tema 1 – Inovação de produtos e práticas agrícolas
  • Tema 2 – Gestão de recursos naturais e proteção das culturas
  • Tema 3 – Modelos de negócio e transformação digital
  • Tema 4 - Redes de inovação e capacitação

_____________________________________________________

Tema 1 – Inovação de produtos e práticas agrícolas

  • Explorar a diversificação e rotação de culturas para aumentar a resiliência das explorações, incluindo vantagens e desvantagens da diversificação de culturas;
  • Imaturidade de novas fileiras, como a produção de cogumelos (eficiência), plantas aromáticas e medicinais (competitividade e sustentabilidade);
  • Melhoramento de plantas, culturas melhoradas e sistemas de produção sustentável e modo de produção biológico do milho, incluindo o uso inteligente de culturas parceiras e culturas de cobertura;
  • Culturas promissoras para terras marginais;
  • Competitividade do setor da lã;
  • Poder animal / tração animal;
  • Apicultura / Polinizadores e Biodiversidade;
  • "Agricultura salgada" - como lidar com maior teor de sal na água e solo como consequência das alterações climáticas?;
  • Resistência antimicrobiana em aves.

Tema 2 – Gestão de recursos naturais e proteção das culturas

  • Economia na aplicação de boas práticas agrícolas; redução de uso de fitofármacos e alternativas não químicas;
  • Mudanças na proteção de plantas após a proibição neonicotinóides;
  • Como preservar os solos agrícolas da contaminação / poluição por produtos / nutrientes aplicados na terra como parte da economia circular?
  • Reciclagem de nutrientes na forma mineral (N, P, K) de origem urbana, resíduos orgânicos e estrume;
  • Agricultura inclusiva e uso inteligente de recursos - biodiversidade funcional.

Tema 3 – Modelos de negócio e transformação digital

  • Novos modelos de negócios e soluções digitais para melhorar o desempenho ambiental (abordagem circular - incluindo silvicultura e monitorização de esquemas agro-ambientais…);
  • Desenvolvimento de capacidades para a transição digital;
  • A internet das coisas e sua aceitação e aplicação na agricultura;
  • Tecnologia Blockchain na melhoria das empresas rurais;
  • Soluções inovadoras para pequenas explorações e acesso de pequenas explorações a novas tecnologias;
  • Futuros modelos de negócios para a agricultura familiar e o que será o agricultor no futuro? Que suporte é necessário?
  • Ferramentas de digitalização para melhorar a gestão florestal;
  • Cooperação com a indústria para construir resiliência e capacidade de lidar com eventos climáticos adversos ligados às alterações climáticas.

Tema 4 - Redes de inovação e capacitação

  • Reforço / ligação em rede / intercâmbio de grupos operacionais em temas específicos como solos, florestas, pomares mediterrânicos;
  • Inspiração cross-border de outros setores;
  • Gestão e desempenho dos Grupos Operacionais da PEI-AGRI;
  • Futuro do financiamento da inovação na UE e da ligação em rede nos EM e na EU;
  • Aumentar o reconhecimento sobre a atividade de demonstração agrícola.

 

Aceder AQUI para mais informações