ultrapassar navega��o
  • 1perfis.png
  • beterraba_sacarina.jpg
  • cao.JPG
  • cesar_rebanho.JPG
  • DSC00916.JPG
  • exotico.png
  • exotico2.png
  • exotico3.png
  • FIG-2.png
  • FIG32.png
  • IMG_1328.jpg
  • perfis-1.png
  • prado_Matela.JPG
  • slide1.png
  • vinha-douro.png
FacebookTwitterGoogle BookmarksLinkedin


Global Soil Partnership

EUROPEAN P SOIL

dia do solo 2017

RTEmagicC WSD 17 Poster KeyMsg PT 05.pdf

  • lema1.png
  • lema2.png
  • lema3.png
  • lema4.png
abril 2019
D Sb
1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30

 

DIA DO SOLO2

 Healthy Soils for a healthy Life

Global Symposium on Soil Erosion - Stop soil erosion, Save our future

Global Symposium on Soil Erosion Stop soil erosion Save our future

O Simpósio pretende reunir comunidades científicas e políticas bem como especialistas para rever o estádio do controlo da erosão do solo e abordar os grandes desafios relacionados.

No geral, o simpósio deverá fornecer evidências científicas, apoiadas por dados concretos e impactos económicos quantificáveis, para o desenvolvimento de políticas sólidas com ações concretas para minimizar a erosão do solo e promover a restauração de locais erodidos para a conservação sustentada do solo, serviços ecossistémicos e melhoria da segurança alimentar. O resultado do simpósio será um documento final destacando as evidências científicas sobre o status de erosão do solo, seus impactos e uma agenda de ação no âmbito da realização dos ODS.

Especificamente, os objetivos deste simpósio são os seguintes:

  1. Identificar opções para consolidar, gerar e harmonizar dados de erosão do solo e ferramentas de avaliação para promover o seu uso na tomada de decisões a todos os níveis;
  2. Rever e discutir as políticas, acordos e estruturas nacionais e internacionais existentes, abordar a prevenção, gestão e remediação da erosão do solo, a fim de avaliar a sua efetividade e propor formas de aprimorá-las;
  3. Refletir criticamente sobre a economia da erosão do solo, prestando atenção a quais práticas de gestão sustentável do solo têm uma boa relação custo/eficácia e que outras não e porquê, propondo opções para medidas que não tenham benefício financeiro de curto / médio prazo;
  4. Advogar por uma agenda de ação para prevenir, mitigar e monitorizar a erosão do solo.

Para mais informações aceder AQUI.